Empresa cobra R$ 540 mil do Vasco por intermediação na contratação de Nei

O Vasco recebeu nesta quarta-feira uma citação da Justiça, em que é cobrado em R$ 540.892,55 pela empresa Kirin Soccer. O valor é referente à intermediação na negociação que trouxe o lateral Nei para São Januário, em 2013. O departamento jurídico cruz-maltino irá contestar o valor.

No contrato de Nei, estava previsto o pagamento de R$ 720 mil em 18 parcelas de 40 mil à empresa. Entretanto, apenas quatro parcelas foram pagas pelo clube, ainda na gestão anterior, de Roberto Dinamite.

A Kirin Soccer já havia cobrado do Vasco o mesmo valor de R$ 540 mil por ter intermediado a contratação do volante Sandro Silva. Neste caso, o clube fez acordo e vem pagando as parcelas.

Nei: 34 jogos em três anos

Nei ficou no Vasco até 28 de janeiro de 2016, mas pouco atuou pelo clube. Ao todo, foram 34 jogos, sendo 27 em 2013 e sete em 2015.

O lateral sofreu com lesões, por muitas vezes foi alvo de reclamações da torcida e em 2014 ficou afastado durante toda a temporada por determinação da então diretoria.

Nei foi reintegrado pelo atual presidente Eurico Miranda no fim de pré-temporada de 2015, voltou a jogar depois de 473 dias, mas uma fratura no pé esquerdo e a descoberta tardia da necessidade de cirurgia o tiraram de cena.

Fonte: Globo Esporte