Milton Mendes relembra desentendimento com Rodrigo: ‘Hoje não faria novamente’

Milton Mendes deixou o comando do Vasco no dia 21 de agosto, após comandar o clube carioca em 28 partidas. Neste período, ele conquistou o título da Taça Rio e também ficou marcado por um desentendimento com o zagueiro Rodrigo, que chegou a ser comandado por Milton em São Januário, mas deixou o Rio para defender a Ponte Preta insatisfeito com o treinador. Em entrevista ao programa “Bem, Amigos!”, ele relembrou o desentendimento com o defensor após o empate com a equipe de Campinas e não se mostrou satisfeito com desfecho do acontecimento.

Rodrigo empurrou Milton Mendes três vezes ainda no gramado do Moisés Lucarelli, depois que o treinador se aproximou e colocou a mão no seu ombro durante uma conversa do defensor com outros dois atletas do Vasco. O jogador da Ponte ainda pisou no pé do treinador. Milton garantiu que, se fosse hoje, não entraria em campo para se expor.

– Eu pensei muito sobre isso. Recebi elogios de várias pessoas e críticas também. Eu não pensei no jogador, eu pensei no momento. Nunca achei que teria uma reação daquela. Mas hoje não faria novamente.

O treinador fez questão de elogiar o meia Nenê e afirmou que não teve problemas com o meia durante o período como treinador do Vasco. Milton explicou o motivo de ter deixado o jogador durante um período na reserva e lembrou que não foi o responsável pelo afastamento temporário do camisa 10, ao dizer que ele pediu para deixar o clube.

– O Nenê é um grande jogador, mas ele vinha com uma grande sequência de jogos. E teve uma quebra de forma, que é normal. Fizemos um primeiro jogo contra o Palmeiras e perdemos. Tínhamos que fazer mudanças porque a equipe não estava fazendo o que eu queria. Ele como um craque que é, eu chamei de lado e mostrei que íamos fazer um trabalho. Tanto que quatro rodadas depois ele voltou em seu melhor nível. Ele foi muito respeitador e ético. O Nenê é um jogador exemplar (…). Na segunda vez, ele pediu para sair. Aí já não era comigo, era com a direção.

Ao falar sobre o seu período no Vasco, ele fez um balanço positivo e disse que conseguiu rejuvencer a equipe. O treinador, porém, não quis comentar o atual momento da equipe, que tem Zé Ricardo no comando técnico.

– Eu não vou falar sobre o momento atual do Vasco porque não faz sentido fazer algum comentário. Mas a avaliação sobre o meu trabalho foi muito boa. Eu lancei muitos jogadores, jogadores jovens. Houve uma mudança de perfil na equipe depois que eu cheguei. Logo na sequência nós ganhamos uma Taça Rio. A minha avaliação é muito boa porque lançamos muitos jogadores, como Douglas que foi vendido. Então, isso deu uma tranquilidade para a equipe seguir adiante.

 

Fonte: Netvasco